Luís de Camões – Desconcerto do Mundo

Os bons vi sempre passar
no mundo graves tormentos;
e, para mais m´espantar,
os maus vi sempre nadar
em mar de contentamentos.
Cuidando alcançar assim
o bem tão mal ordenado,
fui mau, mas fui castigado:
Assi que, só para mim
anda o mundo concertado.

Luís Vaz de Camões (1517 e 1524(?) – Lisboa, 10/6/1580)
Um dos maiores poetas portugueses, autor d´Os Lusíadas, obra conhecida universalmente.

About these ads

4 Respostas

  1. valeu no meu trabalho bjúús pra quem invento o site

    • Muito obrigada! Apraz-me a utilidade deste espaço no seu trabalho!

  2. eu nao entende nada to fazendo um trabalho e quero algum descente meu anjo

    • Meu anjo, ninguém manda ser tamanho ignorante a ponto de não entender poesias tão bem formulados como as de Camões. Não culpe as pessoas por sua falta de interpretação

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 29 outros seguidores

%d bloggers like this: