Jorge de Sena – Biografia Breve (continuação)

Jorge de Sena

1940 – Colabora no último número da “Presença” com uma carta para Casais Monteiro sobre o poema “Apostilha” de Fernando Pessoa.

1941 – Conferência sobre Rimbaud, “O Dogma da Trindade Poética”, a convite de Ruy Cinatti, na Juventude Católica de Lisboa.

1942 – Primeiro livro de poemas, Perseguição.
Colabora em “Aventura”, “Variante” e “Seara Nova”.

1943 – Colabora no “Diário Popular” – mantém até ao fim da vida.

1944 – “Carta a Fernando Pessoa” em ” O Primeiro de Janeiro”.

1945 – Conclui a peça em verso O Indesejado.

1946 – Conferências no Porto sobre: Florbela Espanca e Fernando Pessoa.
Publica Coroa da Terra, poesia.

1948 – Conferência no Porto sobre: A Poesia de Camões.

1949 – Casa com Maria Mércia de Freitas Lopes.

1950Pedra Filosofal – terceiro livro de poesia.
Ensaio sobre Gomes Leal.

1950 – Publica O Indesejado.
Co-dirige a 2.ª série dos “Cadernos de Poesia”

1952 – Publica a peça em 1 acto – Ulisseia Adúltera.

1954 – Palestra sobre “Orpheu”.

1955As Evidências, poema em vinte sonetos.
“Tentativa de um Panorama Coordenado da Literatura Portuguesa de 1901 a 1950” em “Tetracórnio”.

1956 – Conferência em Lisboa: “Da Poesia Maior e Menor” – a propósito de Manuel Bandeira.

1958Fidelidade, quinto livro de poemas.
Líricas Portuguesas, 3.ª série – selecção, prefácio e notas.

1959 – Colabora em “O Estado de São Paulo” – até 1965.
Primeiro livro de Ensaios: Da Poesia Portuguesa.

1960Andanças do Demónio, primeiro livro de contos.

1961 – Segundo livro de ensaios: O Poeta é um Fingidor.

1969 – Conferência em Lisboa sobre: Almada Negreiros, na sua presença.

Peregrinatio ad Loca Infecta. Os Sonetos de Camões e o Soneto Quinhentista Peninsular.

1970 – Catedrático da Literatura Portuguesa e Brasileira e de Literatura Comparada na Universidade Santa Barbara, Califórnia.

90 e Mais Quatro Poemas de Constantino Cavafy; A Estrutura de “Os Lusíadas” e Outros Estudos Camonianos e de Poesia Peninsular do Século XVI.

1972 – Visita: Angola, União Sul-Africana e Moçambique.

Exorcismo, décimo livro e poemas.

Trinta Anos de Poesia, antologia.

Poesia de 26 Séculos, tradução, prefácio e notas.

1973Dialética da Literatura.

1976 – Ataque cardíaco grave.
Os Grão-Capitães.

1977 – Sicília – recebe o Prémio Internacional Etna -Taormina.

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades- discursa com Vergílio Ferreira na Guarda.

Encerra o Simpósio Internacional sobre Fernando Pessoa – Brown University.

Participa no 6.º Congresso de Hispanistas,Toronto.

Conferências: Internacional Americana, Novo México; comemorativa do centenário da morte de Alexandre Herculano, Consulado Português em São Francisco.

Sobre Esta Praia…- Oito meditações à beira do Pacífico, poesia.

Sobre Régio, Casais, a “Presença” e Outros Afins.

O Físico Prodigioso, primeira edição isolada.

Dialéticas da Literatura, 2.ª ed. ampl. do vol. de 1973.

1978 – 4 de Junho, morre Jorge de Sena, em Santa Barbara, EUA.

Condecorado, postumamente, com a Ordem de Sant´Iago de Espada – fora-lhe anunciado pelo Presidente da República, na ante-véspera, telefonicamente.

Mécia de Sena assume a organização, publicação e reedição da obra de seu marido – ” A mais grata e cruel tarefa que jamais me foi dado cumprir.”

Advertisements

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: