Jorge de Sena – Biografia Breve (continuação)

Jorge de Sena

1940 – Colabora no último número da “Presença” com uma carta para Casais Monteiro sobre o poema “Apostilha” de Fernando Pessoa.

1941 – Conferência sobre Rimbaud, “O Dogma da Trindade Poética”, a convite de Ruy Cinatti, na Juventude Católica de Lisboa.

1942 – Primeiro livro de poemas, Perseguição.
Colabora em “Aventura”, “Variante” e “Seara Nova”.

1943 – Colabora no “Diário Popular” – mantém até ao fim da vida.

1944 – “Carta a Fernando Pessoa” em ” O Primeiro de Janeiro”.

1945 – Conclui a peça em verso O Indesejado.

1946 – Conferências no Porto sobre: Florbela Espanca e Fernando Pessoa.
Publica Coroa da Terra, poesia.

1948 – Conferência no Porto sobre: A Poesia de Camões.

1949 – Casa com Maria Mércia de Freitas Lopes.

1950Pedra Filosofal – terceiro livro de poesia.
Ensaio sobre Gomes Leal.

1950 – Publica O Indesejado.
Co-dirige a 2.ª série dos “Cadernos de Poesia”

1952 – Publica a peça em 1 acto – Ulisseia Adúltera.

1954 – Palestra sobre “Orpheu”.

1955As Evidências, poema em vinte sonetos.
“Tentativa de um Panorama Coordenado da Literatura Portuguesa de 1901 a 1950” em “Tetracórnio”.

1956 – Conferência em Lisboa: “Da Poesia Maior e Menor” – a propósito de Manuel Bandeira.

1958Fidelidade, quinto livro de poemas.
Líricas Portuguesas, 3.ª série – selecção, prefácio e notas.

1959 – Colabora em “O Estado de São Paulo” – até 1965.
Primeiro livro de Ensaios: Da Poesia Portuguesa.

1960Andanças do Demónio, primeiro livro de contos.

1961 – Segundo livro de ensaios: O Poeta é um Fingidor.

1969 – Conferência em Lisboa sobre: Almada Negreiros, na sua presença.

Peregrinatio ad Loca Infecta. Os Sonetos de Camões e o Soneto Quinhentista Peninsular.

1970 – Catedrático da Literatura Portuguesa e Brasileira e de Literatura Comparada na Universidade Santa Barbara, Califórnia.

90 e Mais Quatro Poemas de Constantino Cavafy; A Estrutura de “Os Lusíadas” e Outros Estudos Camonianos e de Poesia Peninsular do Século XVI.

1972 – Visita: Angola, União Sul-Africana e Moçambique.

Exorcismo, décimo livro e poemas.

Trinta Anos de Poesia, antologia.

Poesia de 26 Séculos, tradução, prefácio e notas.

1973Dialética da Literatura.

1976 – Ataque cardíaco grave.
Os Grão-Capitães.

1977 – Sicília – recebe o Prémio Internacional Etna -Taormina.

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades- discursa com Vergílio Ferreira na Guarda.

Encerra o Simpósio Internacional sobre Fernando Pessoa – Brown University.

Participa no 6.º Congresso de Hispanistas,Toronto.

Conferências: Internacional Americana, Novo México; comemorativa do centenário da morte de Alexandre Herculano, Consulado Português em São Francisco.

Sobre Esta Praia…- Oito meditações à beira do Pacífico, poesia.

Sobre Régio, Casais, a “Presença” e Outros Afins.

O Físico Prodigioso, primeira edição isolada.

Dialéticas da Literatura, 2.ª ed. ampl. do vol. de 1973.

1978 – 4 de Junho, morre Jorge de Sena, em Santa Barbara, EUA.

Condecorado, postumamente, com a Ordem de Sant´Iago de Espada – fora-lhe anunciado pelo Presidente da República, na ante-véspera, telefonicamente.

Mécia de Sena assume a organização, publicação e reedição da obra de seu marido – ” A mais grata e cruel tarefa que jamais me foi dado cumprir.”

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: