Raul Brandão – Um Dia de Pesca

“Manhã…
No horizonte cada vez mais azul, começo a distinguir centenas de velas dos barcos que largam todas as noites para a pesca da sardinha.

Meio dia… O sol aperta.
Uns atrás dos outros os barcos regressam para despejar o peixe miúdo.

Duas, três horas…
Aparecem homens magros e queimados e mulheres com a saia pela cabeça para comprarem os montes de sardinha espalhados no areal.

São seis horas…
Ouve-se o chapinhar das redes que lavam e os gritos das gaivotas assustadas…
As varinas carregam à pressa as últimas canastras.
Já um raio de luar vem reluzir na água, e depois nos peixes por vender.!

BRANDÃO, Raul, Os Pescadores

Raul Brandão

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: