Literatura Africana de Expressão Portuguesa – Corsino Fortes – Mindelo

Entre a escuridão
E o silêncio da noite…
Amachucado
Que os tambores erguessem na colina
tal coração de terra batida
Eram as fontes
De som E de substância
Ainda p & pão
no ventre das violas
Então
sarampo e sangue
no timbre de cimboa

Como as fontes de saliva
E as fontes de amido
Como as fontes de penhor
E as fontes de usufruto
Com o seu peso de leite
E o seu volume de cilício
A fonte de “f” a fonte de “g”
As fontes de ontem as fontes de hoje
E o timbre das canecas
no fundo dos poços
De baía enchendo
As nossas vasilhas
1974

Corsino Fortes (Mindelo, Ilha de São Vicente, Cabo Verde, 4/2/1933)

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: