Literatura Africana de Expressão Portuguesa – Albertino Bragança – Memórias

“Joguei na Académica, mas não ganhei muita relevância (…)

A nossa república em Coimbra ficava na Avenida Antero de Quental, na qual era também a delegação da PIDE, dirigida pelo sinistro inspector Sachetti. Posso dizer que éramos muitas vezes visitados pelos nossos vizinhos.

Eu estive em todas as grandes manifestações, logo a seguir ao 25 de Abril. Subi a Avenida da Liberdade no dia seguinte, estive no 1.º de Maio, e encontrei sempre uma multidão exultante e esperançosa.”

Albertino Bragança (S. Tomé e Príncipe, 1944)
Escritor e político, licenciado em Engenharia Electrotécnica.

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: