António Manuel Couto Viana – Admiração por Régio

“ Tinha uma grande admiração por Régio, embora a minha poesia não fosse da sua família. E gostava muito de conversar com ele. Era um homem um pouco doutoral, calado, mas valia a pena ouvir o que ele dizia”.

António Manuel Couto Viana (Viana do Castelo, 24/1/1923 – Lisboa, 08/06/2010)
Poeta, contista, ensaísta, dramaturgo, actor, encenador, tradutor.
Dirigiu os cadernos de poesiaTávola Redonda e as revisits culturais:Graal e Tempo Presente.

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: