Archive for Agosto, 2010

Adolfo Casais Monteiro – O Silêncio
Agosto 31, 2010

“Deram-me o silêncio para eu guardar
dentro de mim
a vida que não se toca por palavras!”

Adolfo Casais Monteiro (Porto, 4/7/1908- S. Paulo, 23/07/1972)
Poeta, ensaísta, professor universitário, licenciado e, Ciências Histórico-Filosóficas.

Gentílicos ou Pátrios de: Valença, Vale de Cambra, Viana do Castelo, Vila do Conde (continuação)
Agosto 31, 2010

Gentílicos ou pátrios: nomes que indicam: nacionalidade, origem ou lugar de nascimento, residência de alguém ou proveniência de alguma coisa.
Eis alguns, nacionais:

Valença ————– valençano

Vale de Cambra —– vale-cambrense

Viana do Castelo —- vianense, vianês

Vila do Conde —— vila-condense

(continua)

João de Araújo Correia – A Pronúncia
Agosto 29, 2010

“A velha e delicada pronúncia morreu. De todos os cantos a assaltaram bárbaros.
A pronúncia dos doutores do nosso tempo é igual à dos marçanos.”

João de Araújo Correia (Canelas do Douro, Peso da Régua, 1/1/1899 – Peso da Régua, 3/12/1985)
Contista, novelista, colaborador de jornais e revistas, linguista, médico e professor.

Lídia Jorge – Chuva da Tarde
Agosto 29, 2010

“Por aí escorre a chuva da tarde, outonal, miudinha, em tiras de água. De viés quando há vento.”

JORGE, Lídia, O Dia dos Prodígios

Lídia Jorge (Boliqueime, Algarve, 18 de Junho de 1946)
Romancista, autora de antologias poéticas e de uma peça de teatro, colaboradora de diversas revistas e jornais, professora, licenciada em Filologia Românica.

Isabel de Sá – Escrever
Agosto 29, 2010

“Escrevo talvez para racionalizar e organizar o caos da própria vida.”
Comércio do Porto, 11/11/90

Isabel de Sá (Esmoriz, 1951)
Poetisa, pintora e professora, licenciada em Artes Plásticas.

Inocência Mata – A Lusofonia
Agosto 29, 2010

“A lusofonia devia ser uma noção cheia de pulsão contra a hegemonia da língua inglesa, mas está muito voltada para dentro.”

Inocência Mata (São Tomé e Príncipe)
Escritora e docente universitária.

Inês Pedrosa – Escrever
Agosto 29, 2010

“Escrevo para as pessoas lerem e gostarem.”

Inês Pedrosa (Coimbra, 15/8/1962)
Jornalista, contista, cronista, romancista, tradutora, licenciada em Ciências das Comunicação

Ilse Losa – Escrever em Português
Agosto 29, 2010

“Comecei a escrever em português para me sentir em casa, para não me isolar do meu marido, dos meus filhos – foi uma razão de ordem afectiva.”

Ilse Losa (Buer, 20/3/1913 – Porto, 6/1/2006)
Romancista, cronista, escritora de literatura infanto-juvenil, colaboradora de vários jornais e revistas.

Ilídio da Rocha – As Mulheres
Agosto 29, 2010

” As mulheres são sempre um mistério ou guardiãs de mistérios. É uma característica das sociedades matriarcais.
Muitas vezes, são elas que mandam e ninguém sabe, nem os mandados.
E os homens são anti-heróis. ”

Ilídio da Rocha

Maria Teresa Maia Gonzalez – Teresa de Calcutá
Agosto 22, 2010

Partes
missionária
voluntária do alívio

a sara corpos
cansados
pisados
degradantes

a resgatar almas
às dores da sua história
arrepiante

Partes descalça
pelos caminhos do amor
sobre a Terra que sangra
séculos de dor
acumulados
em cada filho seu
morto à nascença
pela falta de cuidados
pela indiferença

GONZALEZ, Maria Teresa Maia, retratos imperfeitos

Maria Teresa Maia Gonzalez (Coimbra, 1958)
Escritora, professora, co-autora da Colecção O Clube das Chaves, licenciada em LLM – Estudos Franceses e Ingleses.