Carlos Drummond de Andrade – Passagem de Ano

O último dia do ano

não é o último dia do tempo.

Outros dias virão

e novas coxas e ventres te comunicarão o calor da vida.

Beijarás bocas, rasgarás papéis,

farás viagens e tantas celebrações

de aniversário, formatura, promoção, glória, doce morte com sinfonia

e coral,

que o tempo ficará repleto e não ouvirás o clamor,

os irreparáveis uivos

do lobo, na solidão.

 

O último dia do tempo

não é o último dia de tudo.

Fica sempre uma franja de vida

onde se sentam dois homens.

Um homem e seu contrário,

uma mulher e seu pé,

um corpo e sua memória,

um olho e seu brilho,

uma voz e seu eco,

e quem sabe até se Deus…

 

Recebe com simplicidade este presente do acaso.

Mereceste viver mais um ano.

Desejarias viver sempre e esgotar a borra dos séculos.

Teu pai morreu, teu avô também.

Em ti mesmo muita coisa já expirou, outras espreitam a morte,

mas estás vivo. Ainda uma vez estás vivo,

e de copo na mão

esperas amanhecer.

 

O recurso de se embriagar.

O recurso da dança e do grito,

o recurso da bola colorida,

o recurso de kant e da poesia,

todos eles… e nenhum resolve.

 

Surge a manhã de um novo ano.

 

As coisas estão limpas, ordenadas.

O corpo gesto renova-se em espuma.

Todos os sentidos alerta funcionam.

A boca está comendo vida.

A boca está entupida de vida.

A vida escorre da boca,

lambuza as mãos, a calçada.

A vida é gorda, oleosa, mortal, sub-reptícia.

 

ANDRADE, Carlos Drummond, A Rosa do Povo

Carlos Drummond Andrade (Itariba, 31/10/1902 – Rio de Janeiro, 17/8/1987)
Poeta, contista e cronista brasileiro, licenciado em Farmácia.

12 Respostas

  1. Uso muito essa ultima frase, em muitas ocasiões….muito sabie e verdadeira. Adoooorooo

  2. Simplesmente lindo

  3. Adoro esse texto, descreve perfeitamente o que eu sinto!

  4. Este poema é lindo demais, resume nossos sentimentos com palavras sábias, fico emocionada!!!!

  5. Fico emocionado quando leio este poema do meu conterrâneo, sinto a verdade manifestada de forma tão singela, realista e sobretudo motivante!!!

  6. Boa tarde! Parabéns, adoro esse poema.
    O nome da cidade é Itabira.

  7. […] aqui um link de um texto de Carlos Drummond de Andrade sobre este período de final de […]

  8. Eterno sábio e maravilhoso Drummond!

  9. Muito, Muito lindo e emocionante

  10. Este poema não é de Carlos Drummond de Andrade!
    http://edilsonqueiroz.blogspot.com.br/2010/01/cacando-mitos-cortar-o-tempo-nao-e-de.html

    • Olá, Rebeca!
      Agradeço-lhe a chamada de atenção para a publicação do poema Desejos de Ano Novo que, ao que conclui, não é da autoria de Carlos Drummond de Andrade!
      Apresento as minhas desculpas ao seu legítimo autor, bem como aos visitantes de Lusografias por esta lamentável incorreção, que adveio da minha imprudente confiança, reconheço, num sítio de literatura, que não vou citar.
      A pressa é nossa inimiga, passa-nos rasteiras constantemente, e certamente no dia desta publicação não procedi como me é peculiar: partir das minhas fontes escritas, obras do próprio autor, e/ou antologias, e/ou publicações credíveis como sucede com o JL, e recorri ao sítio onde consta o poema em questão da autoria de Carlos Drummond de Andrade – confirmei-o há pouco.
      Relativamente ao poema Receita de Ano Novo foi publicado no meu blogue em 2011/12/31.
      O poema Desejos de Ano Novo vai ser eliminado, e substituído por: Passagem do Ano
      Os meus cumprimentos e muito obrigada!

  11. […] em Aleatoriedades por Giovanna “Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial.” E aqui estou eu, quase meio ano depois do meu aviso de que eu iria voltar, voltando pra […]

Deixar uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: