Literatura Africana de Expressão Portuguesa – Carlota de Barros – Silêncio

Carlota de Barros by lusografias

A minha alma corre em silêncio
pelas rochas do meu arquipélago anilado
é a saudade do mar
dos búzios
dos potes
das estrelas a brilhar
nas noites escuras
do som das vassouras de palha
na calçada da rua estreita
nas manhãs brancas perfeitas
que se seguem às noites
de silêncio e jasmins perfumados
a minha alma corre em silêncio
pelas noites de luar
em que me colhias as rosas
que alegravam o despertar lento
das minhas manhãs jovens perfeitas
a minha alma corre em silêncio
pelas noites estreladas
em que me mostravas a ursa maior
as minhas mãos nas tuas
confiante e terna
a minha alma corre em silêncio
pelas rochas do meu arquipélago anilado
é a saudade do silêncio das noites
das rosas e das estrelas

Carlota de Barros (Cabo Verde, Ilha do Fogo, 24/01/1942)
Poetisa, colaboradora de diversas publicações, professora do ensino secundário, licenciada em Filologia Germânica.

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: