Literatura Africana de Expressão Portuguesa, Jorge Macedo – Poema de amor

Adoro-te, África semente,

amor profundo,

nobre fruto do meu vivente.

 

Adoro a calidez das tuas tranças,

manta preta do meu primeiro calafrio.

 

E o dorso largo em que dormi o sono infantil

e acordei já homem feito.

Jorge Macedo (Malanje, Angola, 1941)

Usou o pseudónimo de Mário Samba.

Poeta, contista, ensaísta, músico e compositor.

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: