Archive for Março, 2014

Lagoa Henriques – A Vida
Março 31, 2014

Lagoa Henriques

” Um gajo chega aos 60 anos e a sensação é a de que a vida é uma passagem breve, mas durante a qual se tem a possibilidade de descobrir um universo fantástico.”

António Augusto Lagoa Henriques (Lisboa, 28/12/1923 – Lisboa, 21/02/2009)

Escultor, desenhador, professor, autor de programas televisivos, poeta bissexto.

José Augusto França – O Jardim da Estrela
Março 31, 2014

José Augusto França

“Pergunto-me se não devo dizer, para ser mais claro, que Lisboa (para não dizer Portugal inteiro) é, para mim, finalmente, só o Jardim da Estrela?”

FRANÇA, José Augusto, Lisboa, História Física e Moral

 

José Augusto França (Tomar, 16/11/1922)

Historiador e crítico de arte, professor catedrático jubilado, fundador do Movimento Surrealista de Lisboa, 1948.

 

Fernando Pessoa – Ler
Março 29, 2014

Fernando Pessoa

“Ler é sonhar pela mão de outrem”

Fernando Pessoa (Lisboa 13/6/1888 – Lisboa, 30/11/1935 )

Poeta, escritor e tradutor, distinguiu-se pela criação de heterónimos, que o tornaram famoso.

 

Rui Knopfli – Uniforme de Poeta
Março 28, 2014

Rui Knopfli

Ajustei minha cabeleira longa,
coloquei-lhe ao de cima meu
chapéu de coco em fibra sintética,
sacudi a densa poeira das asas encardidas
e, dependurada a lira a tiracolo,
saio para a rua
em grande uniforme de poeta.
Tremei guardas-marinhas,
alferes do activo em
situação de disponibilidade:
meu ridículo hoje suplanta
o vosso e nele se enleia e perturba
o suspiro longo das meninas
romântico-calculistas.

Rui Knopfli (Inhambane, Moçambique, 10/8/1932 – Lisboa, 1997)

Poeta, jornalista, crítico literário e de cinema.

Rita Ferro – Mãezaça
Março 28, 2014

Rita Ferro

“Lisboa, sexta-feira, dia 20 de Junho de 1997

Mãezaça:

Vou com o Tiago ao “King”, logo à noite. Não sei os

filmes que passam, mas são sempre óptimos.

Se quiser vir…

Beijos”

FERRO, Rita e GAUTIER, Marta,  Desculpe lá, Mãe

Rita Ferro (Lisboa, 26/2/1955)

Romancista, cronista, colaboradora em jornais, revistas e programas de rádio e TV,  filha de António Quadros e neta dos escritores Fernanda de Castro e António Ferro.

Teófilo Braga – Escrever a História da Literatura Portuguesa Moderna
Março 28, 2014

 

Teófilo Braga

” A dificuldade de escrever a História da Literatura Portuguesa Moderna não está em manter a imparcialidade no juízo que se emite sobre cada escritor; para isso, basta ter sempre presente que se dá uma prova de probidade diante do tempo que  julga todos, para não ousar fazer da história um tribunal de ressentimentos pessoais.”

BRAGA, Teófilo, História da Literatura Portuguesa Moderna

Teófilo Braga (Ponta Delgada, 24/2/1843 – Lisboa, 28/1/1924)

Político, escritor, ensaísta e professor, licenciado em Direito.

Oliveira Martins – Portugal e a Vida Marítima
Março 28, 2014

Oliveira Martins

” Basta lançar os olhos sobre o mapa de Portugal para ver que, já pelo desenvolvimento das costas, já pelo número de portos, já pela qualidade de alguns, já finalmente pela localização geográfica que faz da nossa praia ocidental o baluarte avançado da Europa sobe o Atlântico: para ver digo, que particulares condições naturais nos chamam à vida marítima.”

MARTINS,  Oliveira, Portugal nos Mares

Oliveira Martins (Lisboa. 30/4/1845 – Lisboa, 24/8/1894)

Político, cientista social e escritor.

Maria Alberta Menéres – A Primavera
Março 24, 2014

Maria Alberta Menéres by lusografias

“Há imensa coisa a dizer sobre a Primavera.
(…) falar desta parede branca desta sala, e de qualquer maneira chegar através dela à Primavera… ou do vidro da janela que deixa passar a Primavera, ou do vento que a acorda, ou do barco que no mar anda nas ondas da Primavera, ou de tudo o que há de mais vulgar e normal que vocês olhem e vos possa dizer que há primavera e que ela passeia por aqui… (…) “

MENÉRES, Maria Alberta, O Poeta Faz-se Aos 10 Anos

Maria Alberta Menéres (Vila Nova de Gaia, 25/8/ 1930)
Professora, tradutora, jornalista, poetisa e escritora infanto-juvenil, mãe da cantora Eugénia Melo e Castro.

Miguel Torga – A Cama da Pátria
Março 24, 2014

Miguel Torga by lusografias

” A cama da pátria deve espelhar a enxerga dos filhos. (…) pelos séculos dos séculos terá de arrastar um destino próprio, fazer milagres da pobreza do chão, das vogais da língua, do lirismo da alma. (…)”

TORGA, Miguel, Ensaios e Discursos

Miguel Torga (São Martinho de Anta, Vila Real, 12/8/1907 – Coimbra, 17/1/1995)
Pseudónimo de Adolfo Correia Rocha.
Contista, poeta, romancista, ensaísta, dramaturgo, um dos mais importantes escritores portugueses do século XX, galardoado com Prémio Camões em 1989, médico.

Al Berto – Se Não Escrevesse…
Março 24, 2014

Al Berto  - O Artista by lusografias

” se não escrevesse já tinha endoidecido. (…) assim, enquanto estiver acordado, escrevo. anoto, olho para dentro de mim, perscruto saídas, e de agonia em agonia sobrevivo.

(…) por vezes, julgo que ainda gosto de mim. então traço esta ânsia que me perturba o coração. ponho-me a amar aquilo que não amo e me é indiferente. a vida parece então fazer uma trégua. é menos cruel. acontece-me sempre isto. amar o que já não amo, e dá-me sono e sonho com aquilo que ainda não amei, e durmo profundamente.”

BERTO,  Al, Diários

Al Berto (Coimbra, 11/1/1948-Lx, 13/6/1997)
Pseudónimo de Alberto Raposo Pidwell Tavares
Poeta, pintor, editor, animador cultural, um “coimbrense-siniense” único.

Nota: Desenho do autor.