As Dúvidas do Zé-Concertina – Palavra-Chave – Qual É o Plural?

Vogais

Conversa Entre O Zé-Concertina, As Vogais e Outras Mais…

– Olha a Menina a! Como vai isso?

– Olá, Sr. Zé-Concertinha! Está tudo bem, obrigada! E o Sr.?

– Estou que é uma beleza, Menina! Mas… ando com uma dúvida às voltas comigo!

– Então? Precisa de ajuda?

– Se a Menina a me der uma ajudinha, até lhe agradeço.

– Não precisa de agradecer, Sr. Zé-Concertina! Diga qual é a dúvida, se faz favor!

Cá vai, Menina Vogal! Estavam ali uns moços da minha idade  a ateimar  sobre o plural de: palavra-chave.

– E o que diziam, Sr. Concertina?

– Ora, Menina a!O Quinito das Marés dizia que era uma palavra composta por dois substantivos, portanto o plural era: palavras-chaves!

– E o outro?

– O outro, o João das Letras, um moço que é um grande pensador, e amigo de meter o nariz em tudo o que é livro, afirma que o plural é: palavras-chave!  Quem é que tem razão, Menina a?

– Sr. Zé-Concertina, a Sr.ª professora Linguesa ensinou-nos que, não obstante o composto ser constituído por dois nomes, o segundo elemento – chave – funciona como um determinante específico do primeiro – palavra -, sendo este o único a ir para o plural.

– Ai, Menina a! Desculpe, mas não entendi lá muito bem; só que o plural ficava: palavras-chave, e que o João das Letras tem razão. Pode explicar-se melhor, se faz favor? É que eu preciso de levar a lição na ponta da língua para ensinar àqueles dois.

– Com certeza, Sr. Zé-Concertina! Diga-me,  por favor, se no composto em causa, no singular, a palavra é uma chave ou se a chave é uma palavra?

– Ah! Ah! Que pergunta tão bem caçada, Menina Vogal! Deixe-me pensar um “poucachinho”, se faz favor!

– Esteja à sua vontade, Sr. Zé-Concertina!

– Obrigada, Menina a! Isto é uma dor de cabeça! Arranja-me cada coisa! Mas, diga-me lá, se faz favor, se não é a palavra que tem uma chave?!…

– Muito bem, Sr. Zé-Concertina! Neste caso, a palavra funciona como uma chave, ficando, portanto, o plural: palavras-chave!

Obrigada, Menina Vogal, mas isto é uma bomba!

– Ó Sr. Zé-Concertina, ainda bem que falou em bomba! Pode pegar na bomba, e levar o exemplo da: bomba-relógio / bombas-relógio! E pode juntar o: navio-escola / navios-escola.

– Muito obrigada, Menina a! Amanhã, vai ser o bom e o bonito com aqueles dois!

– Não tem de quê, Sr. Zé-Concertina! Disponha sempre!

 

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: