Literatura Africana de Expressão Portuguesa, Angola – António Jacinto – O Gosto pela Leitura e pela Poesia

António Jacinto

“O meu gosto pela leitura e pela poesia é influência da minha mãe.

Na minha infância vivíamos no interior de Angola, numa terra muito pequena, muito isolada, com muito pouco convívio (Cambondo), e a minha mãe contava-me contos infantis, da tradição portuguesa e não só, e também ela conhecia – até de cor – poemas de poetas portugueses, que recitava e muitas vezes também cantava! Daí ficou esse gosto pela poesia e pela literatura.

Eu lembro-me que o meu primeiro escrito seria dentro dessa linha de contos infantis e, talvez, o meu primeiro poema – uma quadra – surgiu ainda no período de infância.”

Excertos de uma entrevista de Michel Laban.

 

António Jacinto (do Amaral Martins) (Luanda, 28/9/1924 – Lisboa, 23/6/1991)

Poeta e contista, que neste contexto usava o pseudónimo de Orlando Távora, colaborador em diversas publicações, recebeu o Prémio Nacional de Literatura em 1985.

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: