Arquimedes da Silva Santos – Um Velho Marinheiro

Arquimedes da Silva Santos

Em todos os portos do mundo
há sempre um velho marinheiro olhando olhando
íris esbranquiçada do sal do mar.
Em todos os portos há sempre um velho marinheiro olhando
e perscrutando o que as ondas segredam.
Que sobre as onsas do largo mar não há mais Paz
porque as tinge o sangue de corpos estilhaçados
corpos por minas despedaçados
retesados e hirtos e inchados
boiando sobre as ondas num sonho de Paz…

E velhos marinheiros ouvem águas murmurar
a elegia dos gemidos de jovens marinheiros…

Arquimedes da Silva Santos (Póvoa de Santa iria, 18/6/ 1921)
Poeta, colaborador de publicações, licenciado em Medicina e especializado em psicopedagogia, estudou Filosofia na Faculdade de Letras de Lisboa e Psicologia na Sorbonne.

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: