Miguel Torga – Neve

Miguel Torga

“Serra da Estrela, 28 de Janeiro de 1973.

O banquete é de fria solidão.
Mas vale a pena ver,
Num intervalo limpo de viver,
Conviva na toalha desta mesa
Lavada e posta
No chão da natureza,
E, deslumbrado, ter
O gosto da mais pura
Brancura
Que a fome das pupilas pode ver.”

TORGA, Miguel,  Diário XI

Miguel Torga (São Martinho de Anta, Vila Real, 12/8/1907 – Coimbra, 17/1/1995)
Pseudónimo de Adolfo Correia Rocha.
Contista, poeta, romancista, ensaísta, dramaturgo, um dos mais importantes escritores portugueses do século XX, médico.

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: