Jorge Reis – Breves Traços Biográficos

Jorge Reis, pseudónimo de Atilano dos Reis Ambrósio (Vila Franca de Xira, 1926 – Paris, 01/10/2005), jornalista, escritor neo-realista, poeta, cronista, integrou a Revista Vértice de 1946 a 1949, ano em que se exilou em Paris, onde residiu até ao seu falecimento, Comendador da Ordem do Infante D. Henrique, 1983.

Autor de: Matai-vos Uns Aos Outros, 1962, prefácio de Aquilino Ribeiro, Prémio Camilo Castelo Branco pela Sociedade Portuguesa dos Escritores – júri composto por: Jacinto do Prado Coelho, João Gaspar Simões, Coimbra Martins, Óscar Lopes e Mário Sacramento  – , traduzido em vários idiomas, não obstante ter sido proibido e retirado do mercado pelo regime vigente, deixo-nos também as obras: Aquilino em Paris, 1988 e A Memória Resguardada, 1990.

Inicia-se como colaborador da Radiodiffusion Française em 1951, e na Liga Portuguesa de Ensino Popular, secção portuguesa da Ligue Française de L’ Enseignment Laic, em 1961, com Maria Lamas, António José Saraiva e outros intelectuais.

Apoia os emigrantes portugueses  através de um  programa da Radiofusão-televisão francesa (Radio France, também O.R.T.F.E.) cujo início se verificou em 1966.

 

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: