José Blanc de Portugal – Lembrança – II

José Blanc de Portugal

Pour Irène-Adrianne

 

ESTA noite passa tristemente

A lembrar-me o que já foi –

Alegria dum tempo tão ausente

Que nem sequer já doi.

 

Certezas que não foram

Como agora querê-las?

Basta qu´inda viva

A incerteza delas.

20-7-50

CARLOS, Luís Adriano e FRIAS, Joana Matos, Cadernos de Poesia

José Blanc de Portugal (Lisboa, 8/3/1914 – 14/5/2000)
Poeta, crítico musical, cofundador dos Cadernos de Poesia com Ruy Cinatti e Tomaz Kim em 1940, professor, licenciado em Ciências Geológicas

Advertisements

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: