Rita Ferro – Repensar nos Direitos da Família

Rita Ferro

“Alcoutim, terça-feira, 26 de Agosto de 1977

Mãe:

A sua carta fez-me repensar no problema das mulheres que abortam sem consultar os maridos e da legítima revolta que eles causam – será que os irmãos de um futuro bebé não terão, também, uma palavra a dizer?

P.S. – Não me importei com a moldura verde. Depois do que aconteceu, como é que eu me podia importar com a moldura verde? ”

 

“Alvor, quarta-feira, 27 de Agosto de 1997

Mariana:

Hoje, um postal só com uma ideia: tens uma palavra a dizer sobre tudo o que acontece ao teu semelhante, independentemente de ser teu irmão ou não.”

FERRO, Rita e GAUTIER, Marta, Desculpa lá, Mãe

 

Rita Ferro (Lisboa, 26/2/1955)
Romancista, cronista, colaboradora em jornais, revistas e programas de rádio e TV, filha de António Quadros e neta dos escritores Fernanda de Castro e António Ferro.

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: