António Dacosta – Lápide

antonio-dacosta

À sombra do tempo
Do mundo esquecidas
Sob pedras dormem
Fenícias e gregas
De reis rainhas
Não de mármore mas vivas.

DACOSTA, António, A Cal dos Muros

António Dacosta (Angra do Heroísmo, 3/11/1914 – Paris, 2/12/1990)
Poeta, cronista e famoso pintor do surrealismo português.

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: