Deodato Guerreiro – Serenata a Alvalade

deodato-guerreiro

As imagens que te canto
são papoilas e açucenas,
São sonatas e poemas,
Epopeias deste campo.

Em “Lusíadas” te canto
Noutro verso e noutros temas
Nestas quadras e tercenas
Novos pélagos de branco.

Quem me dera ser Camões
Para te vestir um manto
Colorido de Paixões

E pintar nesse remanso
As mais belas emoções
em batéis loucos de encanto.

(Alvalade do Sado, 2015.05.07)

In Para Alvalade, Com Amor

 

Augusto Deodato Guerreiro (Alvalade Sado, 17/01/1949)
Poeta, autor de vários livros e outras publicações .
Licenciado em História, especializado em Ciências da Comunicação, Doutor em Ciências Documentais, Professor universitário.

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: