Fernando Luís Sampaio – Os Crisântemos

Fernando Luís Sampaio

Os crisântemos abriram.
O céu que sobrevoa a minha
casa desata
uma luz intolerável.

A varanda de pedra acolhe
cadeiras, vasos e o ágil
inquilino dos meus passos.

sobre arrebatado vento
vai o mundo.

de Hotel Pimodan

 

Fernando Luís Sampaio (Moçambique, 1960)
Poeta.

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: