Lília Tavares – [É de Brumas]

É de brumas

que as manhãs se cobrem

antes que o sol aqueça

este vazio.

O orvalho pousa-me

pesado no corpo.

Sei que me podias

soprar estas gotas

e desnudar-me no inverno

como em pleno estio.

 

In Rio de Doze Águas

Lília Tavares (Sines, 09/03/1961)
Poetisa, criadora e coautora da Página do Facebook: <em>Quem lê Sophia de Mello Breyner Andresen</em>, psicóloga clínica.

Advertisements

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: