Literatura Africana de Expressão Portuguesa – Mia Couto – Ser Feliz

Mia Couto

“Sou feliz só por preguiça. A infelicidade dá uma trabalheira pior que doença: é preciso entrar e sair dela, afastar os que nos querem consolar, aceitar pêsames por uma porção da alma que nem chegou a falecer. (…)”

COUTO, Mia, Mar me quer

 

Mia Couto (Beira, Moçambique, 1955)
Jornalista – foi director da Agência de Informação de Moçambique, da revista Tempo e do jornal Notícias de Maputo -, poeta, contista, novelista, romancista, cronista, biólogo e professor.
Nome próprio: António Emílio Leite Couto – “Mia”, pronúncia de Emílio pelo irmão, adoptado também pelo seu amor aos gatos.

Advertisements

Uma resposta

  1. Amo Mia Couto! Genial!
    No meu blog já falei sobre meu livro preferido dele, “O Último Voo do Flamingo”, e esta semana comentei seu livro infantil, “O Gato e o Escuro”, tão delicado.
    Dê uma passadinha, se desejar :)
    http://1pedranocaminho.wordpress.com
    Bjos e boas leituras!!
    Val

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: