Vasco Graça Moura – Glosa para a D. Cleonice

se a camões se consentisse
ter uma vida segunda
diria da mais profunda
gratidão a cleonice

ao poeta em língua lusa
há sempre alguém que interpreta
a má letra, a voz secreta
desconcerta então a musa
mas conserta-se o poeta
e se acaso houvesse jeito
de sabermos o que disse
por conceito or preconceito
era o cânone perfeito

(se a camões se consentisse…)

é sabido que o pessoa
já ceifado pela parca
se vingou: deixou na arca
resmas de papéis à toa
que eram carga a mais na barca.
tinha a certeza certeira
de que na atroz barafunda
havia de haver maneira
de em condições de primeira
ter uma vida segunda.

foi ao dois o mundo acerbo
mas procuraram saída
na medida e desmedida
da vida a fazer-se verbo,
do verbo a fazer-se vida,
quando a luz intensa presa
dentro do poema a inunda.
dessa liberdade acesa
uma língua, a portuguesa,
diria da mais profunda.

dona cleo que os entendeu,
nos quis doá-los e trouxe
seu sabor como se fosse
o afecto com que os leu
num sorriso luso e doce
mas brasileiro de gema,
fez que assim camões se unisse
ao pessoa num poema
pra dizer da nossa extrema
gratidão a cleonice!

(Poema lido pelo autor por ocasião do Colóquio “Figuras da Lusofonia – Cleonice Berardinelli”, promovido pelo Instituto Camões)

In JL de 31 de agosto a 13 de setembro de 2016

 

Vasco Graça Moura (Porto, 3/1/1942 – Lisboa, 27/04/2014)
Poeta, ficcionista, cronista, tradutor, licenciado em Direito.

 

Cleonice Seroa da Mota Berardinelli (Rio de Janeiro, 28 /08/1916)
Professora universitária de Literatura Portuguesa, investigadora e ensaísta, especialista em Luís de Camões, Gil Vicente e Fernando Pessoa, autora de antologias poéticas e de vastos trabalhos sobre escritores portugueses e outras personalidades.
Comendadora da Ordem do Infante D. Henrique de Portugal (1966) e da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada (1987) e distinguida com a Grã-Cruz da mesma Ordem de Portugal (2006).
Ocupa a cadeira número 8 na Academia Brasileira de Letras desde 16 de dezembro de 2009.

Advertisements

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: