Helga Moreira – “Corre demorado o mês de novembro”

Corre demorado o mês de novembro.
Um eco em pulsação no tempo
na hora dúbia, no retorno incerto
embora ainda aqui por perto

a programação se altere sem pretexto.
Destoas neste lugar se ao alto uma flor
é ainda a frase que falta ao texto.
Sempre falha, qualquer coisa, seja onde for

Ondas, um pano branco: estamos no palco.
Transforma-se a frase – segue-se o parágrafo.
Ouvem-se pela noite vozes nasaladas

coisas que, outrora, foram coisas – mais nada.
Estamos no palco: ouvem-se três pancadas.
Luta-se corpo a corpo – sem pistola, sem espada.

 

Helga Moreira (Quadrazais, Guarda, 29 /04/1950)
Poetisa, licenciada em Física.

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: