Orlando da Costa – “Este é o meu canto civil”

 

Este é o meu canto civil
Canto cívico graduado
Desde um tempo antigo que vivi
Entre poemas de aço camuflados e alge-
mas de silêncio.
Esse era o tempo do assalto às casernas
Mas já então eu escrevia o que devia:
A cartilha da guerrilha do amor e da paz
Para ser ensinada à luz das lanternas
Nas escolas, nas igreja, na parada dos
quartéis
Este é o meu canto civil
Canto cívico desfardado
Escrito a 28 de Abril
Do ano passado à noite
De punho cerrado com alegria e sem
espanto
Canto para ser cantado de dia
Por todos, por muitos, por mim ou por
ninguém

COSTA, Orlando da,  Canto Civil

 

Orlando da Costa (Lourenço Marques, 02/07/1929 – Lisboa, 27/01/2016
Poeta, ficcionista e dramaturgo.
Licenciado em Ciências Histórico-Filosóficas – tal como os seus amigos Augusto Abelaira e Jacinto do Prado Coelho, e no mesmo dia.
Pai do político António Costa e do jornalista Ricardo Costa.

Advertisements

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: