Maria José Lascas Fernandes – Desejo

Escreves amor em papel perfumado
o teclado

poesia de açucenas e vulcânicas lavas!

a terra greta a ânsia
sementes germinam a esperança

o corpo sabe a inutilidade das palavras!

 

In plenitude, 2.ª edição, Ed. de autor, Porto, 2006

 

Maria José Lascas Fernandes (Lavre, Montemor-o-Novo, 20/02/1962)
Poetisa, Magistrada do Ministério Público.

Advertisements

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: