Mário Dionísio – Utilidade

 

Só as mãos que se estendem para a frente interessam.

Só os olhos que vêem para além do que se vê,

só o que vai para o que vem depois,

só o sacrifício por uma realidade que ainda não existe,

só o amor por qualquer coisa que ainda não se vê e ainda, nem nunca,
[será nossa,
interessa.

 

Mário Dionísio (Lisboa, 16/7/1916 – Lisboa, 17/11/1993)
Poeta, ficcionista, ensaísta, crítico, professor universitário.

Advertisements

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: