Tiago Torres da Silva – Um Escritor de Olhos Tristes (continuação)

 

“(…) Este poeta já falecido, gostava de beber! Eu gosto de poetas que bebem. Eu gosto de poetas que bebem. Eu gosto de poetas que vivem. Prefiro os que sofrem aos que não sentem. Prefiro os que riem aos que choram. Mas muitas vezes, também eu encontro prazer nas lágrimas, ou não fosse eu tão do fado!

Este escritor que é vivo e bem vivo, de olhos tristes emoldurados por piercings chama-se José Luís. Há quem o trate por Peixoto. Eu ainda não sei como o hei-de tratar. Por isso, trato de agradecer por me ter feito seu contemporâneo, e contento-me por ver o meu nome ao lado do seu em discos, em livros, nas páginas deste jornal… por ler as suas palavras das quais, de vez em quando, tenho absoluta necessidade de me afastar pela angústia, pela tristeza, pelo desespero.

E continuo, timidamente, a observá-lo de longe.”

 

In JL, “Debate-papo”, 22 Novembro – 5 Dezembro 2006

 

Tiago Torres da Silva (Lisboa, 29/12/1969)
Poeta, ficcionista, cronista, letrista, dramaturgo, encenador, engenheiro zootécnico.

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: