Daniel Faria – [Homens que São…]

 

 

Homens que são como lugares mal situados

Homens que são como casas saqueadas

Que são como sítios fora dos mapas

Como pedras fora do chão

Como crianças órfãs

Homens sem fuso horário

Homens agitados sem bússola onde repousem

 

Homens que são como fronteiras invadidas

Que são como caminhos barricados

Homens que querem passar pelos atalhos sufocados

Homens sulfatados por todos os destinos

Desempregados das suas vidas

 

Homens que são como a negação das estratégias

Que são como os esconderijos dos contrabandistas

Homens encarcerados abrindo-se com facas

 

Homens que são como danos irreparáveis

Homens que são sobreviventes vivos

Homens que são sítios desviados

Do lugar

 

Daniel Augusto da Cunha Faria (Baltar, Paredes, 10/04/1971 – Porto, 09/06/1999)
Poeta, vencedor de vários prémios literários e escolares, colaborador em diferentes revistas, autor de desenhos, colagens, mobiles, encadernação e encenação, dirigente d´O Círculo de Leitura no Seminário Maior (1989/93), licenciado em Teologia (parte curricular concluída em 1994 e tese defendida em 1996) e em Estudos Portugueses (1998), seminarista antes de ingressar no curso de Letras, a um ano de ser ordenado sacerdote, tendo optado após a conclusão daqueles estudos pela vida monástica, como postulante no Mosteiro Beneditino  de S. Bento da Vitória (1997-98), e noviço no Mosteiro de Singeverga onde, quase no termo do noviciado, sofreu um acidente doméstico que o colheu para outra vida.

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: