Américo Durão – O Amor e a Rosa

Desenhaste uma rosa,
E o meu amor nasceu
Por ti.

Foi milagre da rosa,
Sortílego mistério?
Não sei.
Uma rosa nasceu
E eu gostei de ti.
Apenas …

Américo Durão (Coruche, 28/10/1893 – Lisboa, 7/3/1969)
Poeta e dramaturgo, licenciado em Direito.

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers gostam disto: